SOS LÍNGUA PORTUGUESA

SOS LÍNGUA PORTUGUESA
Tire suas dúvidas. Faça perguntas!!

terça-feira, 14 de junho de 2011

QUESTÕES SOBRE AS PALAVRAS “QUE” E “SE”


1. Indique o valor morfológico do «que» nas orações abaixo:
1) Ele decidiu não se sabe bem o quê. ____________________________________
2) Que pretende ele com essas palavras? ________________________________
3) Ele confundiu o meu quê com um gê.__________________________________
4) Que horrendo acidente vimos!_______________________________________
5) Eu que trabalho, ele que colhe os frutos._______________________________
6) Que morenas bonitas! _____________________________________________
7) Veio tão rápido, que nos surpreendeu. _________________________________
8) O relógio que está na sala é antigo. ___________________________________
9) Quê!? Ele não te recebeu!? _________________________________________
10) Pode entrar, que a casa é sua. _____________________________________
11) Afinal, que decisão tomastes? _____________________________________
12) O certo é que a melhor equipe vencerá. _____________________________

2. Indique a função sintática do «que», de acordo com o seguinte código:
a) sujeito;          b) objeto direto:          c) objeto indireto;      
              d) predicativo;       e) complemento nominal.
1) (   ) O fins a que visa o ensino é o progresso do homem.
2) (   ) O artilheiro que o julgaram ser não se revelou na nossa equipe.
3) (   ) À janela, que dava para o mar, assomavam todos.
4) (   ) A prova de que tenho mais receio é a de Matemática.
5) (   ) Os exames que terá pela frente não o assustam.

3. Faça a correlação, de acordo com as seguintes opções:
a) Objeto direto;         b) Objeto indireto;                    c) Pronome apassivador; 
       d) Índice de indeterminação do sujeito;     e) Partícula expletiva ou de realce.
1. (    ) Aqui se vive tranquilo.                     4.  (   ) Ergueu-se acima da multidão.
2. (   ) Passaram-se vários anos.              5. (   ) Pedro enxugou-se com muita pressa.’
3. (   ) As dívidas iam se acumulando.      6. (   ) Ela atribui-se uma culpa que não tem.

4. Numere a segunda coluna de acordo com a classificação da palavra “se”. 
1. Partícula apassivadora               
2. Símbolo de indeterminação do sujeito
3. Conjunção subordinativa integrante 
4. Conjunção subordinativa condicional
5. Pronome oblíquo reflexivo                 
6. Partícula integrante do verbo
7. Partícula expletiva ou de realce 
a.(   )Não me disseram se ela fará a conferência.
b.(   )Se puderes, vem ver-me.
c.(   )O rapaz feriu-se.
d.(   )Fala-se muito nesse assunto.
e.(   )Nunca se queixou da injustiça que lhe fizeram.
f.(   )Percebe-se que tudo está terminado.
g.(   )João e Maria abraçaram-se.
h.(   )Ela se atribui méritos que não possui.
i.(   )Aqui não se necessita de conselhos. 
j.(  ).Neste clube, não se aceitam mais sócios

 5.Qual é a função do se em «Não sei se ela vem»?
a) conjunção subordinativa condicional.       b) conjunção subordinativa integrante.
c) partícula expletiva (de realce).                   d) pronome pessoal.
                        e) conjunção subordinativa concessiva.

6.Classifique o «se» na oração: «Ele queixou-se dos maus-tratos recebidos.»
a) parte integrante do verbo.      b) conjunção condicional.     c) pronome apassivador.
         d) símbolo de indeterminação do sujeito.       e) conjunção integrante.

7. Na oração «O ilustre deputado arrogou-se o direito de discordar., o pronome SE exerce a função de:
a) objeto indireto.     b) objeto direto.      c) adjunto adnominal.
        d) partícula de realce.     e) partícula apassivadora.

8. No período «Avistou o pai, que caminhava para a lavoura», a palavra «que» classifica-se morfologicamente como:
a) conjunção subordinativa integrante.    b) conjunção subordinativa final.              
c) pronome relativo                                  d) partícula expletiva.                
                        e) conjunção subordinativa causal

9. «Mas não precisa de correr,  que não é sangria desatada...» Classifica-se, exatamente, a palavra sublinhada, como:
a) pronome relativo, sujeito de «é».        b) conjunção integrante, conetivo.   
 c) conjunção concessiva, conetivo.       d) pronome indefinido, sujeito de  é    
                         e) conjunção explicativa, conetivo.

10.Indique o período em que o «se» funciona como sujeito:
a) Lutou-se bravamente       b) Agitam-se as ondas do mar.       
c) A moça sentiu-se desfalecer lentamente.
d) Sabe-se que hoje não mais choverá.                
e) Esses homens se odeiam.

11.Na oração: «Tem-se a vaga impressão de que eles não receberam o recado, o «se» exerce a função de:
a) partícula apassivadora e «impressão» é sujeito.
b) é índice de indeterminação do sujeito.
c) é expletivo e «impressão» é objeto direto de espontaneidade.
d) objeto direto reflexivo. e) partícula idiomática.

12. Em todos os itens o pronome SE é apassivador, EXCETO:
a) Sabe-se que ele é honesto.       b) Organizou-se, ontem, esta prova.       
c) Não se deverá realizar mais a festa.        d) Nada mais se via.                
                       e) Assistiu-se à cerimônia inteira.

 13. Mas se tu queres  / Melhor morada, /Vem, minha amada, / Que eu te darei.
O termo destacado em «que eu te darei» é:
a) conjunção explicativa.       b) conjunção conclusiva.        c) pronome relativo.
               d) conjunção final.                 e) conjunção integrante.

14. Assinale a frase na qual o se não é pronome apassivador e nem índice de indeterminação do sujeito:
a) Estudou-se este assunto.      b) Ela se suicidou ontem.       
c) Falou-se muito sobre aquela festa. 
d) Aos inimigos não se estima.      
e) Fizeram-se reformas na casa.

15. “Minha  querida Mariana:
        Só hoje consegui autorização da tua Madre Superiora para te escrever, às escondidas de teus pais e meu marido, que embora não te conheça a ti não pode de ti ouvir, sem raiva, certamente pela amizade que sabe eu te dedicar e isso o enfurece (...)“. (Trecho de Novas Cartas Portuguesas)
              Observando-se a natureza morfológica e a função sintática dos termos em destaque correto afirmar que são, respectivamente:
a) conjunção integrante e sujeito; pronome relativo e objeto direto.
b) pronome relativo e sujeito; pronome relativo e objeto direto.
c) conjunção integrante e objeto direto; conjunção integrante e sujeito.
d) pronome relativo e sujeito, pronome relativo e sujeito.

 Gabarito: 1)substantivo,pron. Interrogativo, substantivo, advérbio, partícula expletiva, pron. indefinido, conj. consecutiva, pron. relativo, interjeição, conj, causal, pron, interrogativo, conj, integrante.            2) c, d, a, e, b         3) d,c,e,a,a,b        4) 3, 4, 5, 2, 6, 1, 5, 5, 2, 7                           5-b, 6-a, 7-a, 8-c, 9-e, 10-c, 11-a, 12-e, 13-a, 14-b, 15-b.

Um comentário:

  1. A primeira questão, o 6 e adverbio porque morenas vem de moreno, e moreno e adjetivo, por isso "que morenas bonitas!" e adverbio pois vem seguido de adjetivo.

    ResponderExcluir