SOS LÍNGUA PORTUGUESA

SOS LÍNGUA PORTUGUESA
Tire suas dúvidas. Faça perguntas!!

segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

SINTAXE 2 (continuação 3)


                        d)ORAÇÕES   REDUZIDAS 
                         Chamam-se  assim  porque:
       .  Não  possuem  conjunção  e nem pronome relativo ligando-as a outras;
       .verbo  está   sempre no  infinitivo (r),  gerúndio (ndo)  ou   particípio  (ado, ido).
             
    O  que  fazer,  então ?
          Coloque  uma  conjunção ou um pronome relativo   e  mude  o  verbo  para  outro  tempo, que combine com a oração.
          Exemplo:  É   necessário  estudarmos.    =    É  necessário  que  estudemos.

                     Desdobradas, as orações reduzidas podem tornar-se:                     

*SUBSTANTIVAS:                                                                                                                                                          
 .  REDUZIDA  DE  INFINITIVO:
Não  convém  falarmos  disso.   (...que falemos disso) =  subordinada substantiva subjetiva                                                                                                                           
Ninguém aceita viver sem liberdade. (...que se viva sem liberdade) = sub. subst. objetiva direta
Nada me impede de ir agora.  (...de que vá agora) =  sub. substantiva objetiva indireta

 * ADJETIVAS

 .  REDUZIDA  DE  INFINITIVO
Ele  foi  o  último  a  chegar  aqui. (...que chegou aqui) =  subordinada adjetiva restritiva

REDUZIDA  DE  GERÚNDIO
Passaram policiais  levando prisioneiros. (...que levavam prisioneiros) =  sub. adjetiva restritiva 

. REDUZIDA  DE  PARTICÍPIO
Esta  é  a  notícia  divulgada  na  imprensa. (...que divulgaram na imprensa) = sub. adj. restritiva                 

  * ADVERBIAIS: 
 
. REDUZIDA  DE  INFINITIVO
Todos  choraram  ao  se  despedirem. (...quando se despediram) = sub. adverbial temporal  

. REDUZIDA  DE  GERÚNDIO:    
 Ficando aí, não verás nada.  (Se ficares aí, ...) = subordinada adverbial condicional

. REDUZIDAS  DE  PARTICÍPIO:
Cansados de estudar, todos saíram. (Porque cansaram de estudar, ...) =  sub. adverbial causal
              
* ORAÇÕES COORDENADAS REDUZIDAS As únicas orações coordenadas  que aparecem reduzidas  são  as  coordenadas  sindéticas  aditivas   e  só  aparecem no gerúndio.
Exemplos:  O  vaso  caiu  no  chão,  despedaçando-se.   (e  despedaçou-se)
                          O  balão  subiu  rápido, desaparecendo  no  céu.  (e  desapareceu  no  céu)

                           RESUMÃO    DAS  ORAÇÕES
ORAÇÕES  COORDENADAS
• COORDENADA  ASSINDÉTICA: sem conjunção
• COORDENADA  SINDÉTICA  ADITIVA: soma, adição – E,  NEM
• COORDENADA  SINDÉTICA  ADVERSATIVA: oposição  - MAS, PORÉM
COORDENADA SINDÉTICA   ALTERNATIVA: alternância - OU, ORA
COORDENADA SINDÉTICA   CONCLUSIVA: conclusão - LOGO, PORTANTO
•  COORDENADA    SINDÉTICA  EXPLICATIVA:  explicação - PORQUE

ORAÇÕES  SUBORDINADAS  SUBSTANTIVAS
ORAÇÃO  PRINCIPAL- sem conjunção
• SUBORDINADA SUBSTANTIVA  SUBJETIVA: sujeito — Que é que...?
• SUB. SUBSTANTIVA  OBJ. DIRETA: objeto direto — O  quê ?
• SUB. SUBST.  OBJETIVA  INDIRETA: objeto indireto — De quê?  Em quê? A quê?
 (verbo)
• SUB. SUBST.  COMPL. NOMINAL: compl.. nominal --  De quê?  Em quê?  A  quê?  (nome)
• SUB. SUBST.  PREDICATIVA: predicativo: sujeito + verbo  SER
SUB. SUBST.  APOSITIVA: aposto  - dois pontos

ORAÇÕES  SUBORDINADAS  ADJETIVAS                               QUE (o qual)
ORAÇÃO  PRINCIPAL: sem pronome relativo                           QUEM (ao qual)
• SUB. ADJETIVA  RESTRITIVA: especifica - sem vírgula        O QUAL - CUJO
SUB. ADJETIVA   EXPLICATIVA: explica — com  vírgula       ONDE  (no qual)
                                                                                                              QUANTO (tanto, tudo)
ORAÇÕES  SUBORDINADAS  ADVERBIAIS
ORAÇÃO  PRINCIPAL:  sem conjunção
• SUB. ADVERBIAL  CAUSAL: causa  — PORQUE...
• SUB. ADVERBIAL COMPARATIVA: comparação - COMO, TAL QUAL...
SUB. ADVERBIAL. CONCESSIVA: concessão - EMBORA, AINDA QUE...
 • SUB. ADVERBIAL CONDICIONAL: condição – SE,  CASO...
• SUB. ADVERBIAL  CONFORMATIVA: conformidade, acordo – CONFORME, SEGUNDO
SUB. ADVERBIAL  CONSECUTIVA: consequência — TAL/ QUE,  TANTO / QUE...
SUB. ADVERBIAL FINAL: finalidade - A  FIM DE  QUE, PARA. QUE...
SUB. ADVERBIAL PROPORCIONAL:  proporção -  À  PROPORÇÃO  QUE...
SUB. ADVERBIAL  TEMPORAL: tempo — QUANDO, LOGO QUE, ASSIM QUE...

ORAÇÕES  REDUZIDAS
• Não têm conjunção, nem pronome relativo.
• Os verbos estão no INFINITIVO (r), no GERÚNDIO (ndo) ou no PARTICÍPIO (ado, ido).
O que fazer?   Desdobrar, desenvolver: .  Coloque uma conjunção ou um pronome relati
                                                                    . Troque o verbo para outro tempo   
                                                                    . Classifique a oração, conforme esquemas acima.

Nenhum comentário:

Postar um comentário