SOS LÍNGUA PORTUGUESA

SOS LÍNGUA PORTUGUESA
Tire suas dúvidas. Faça perguntas!!

sábado, 8 de janeiro de 2011

MORFOLOGIA 3.2

                                             2) ADJETIVOS
         Acompanham  os  substantivos,  dando-lhes  uma  qualidade  ou  um  estado.       
         Ex.:  aluno  inteligente         pessoa  triste

A-FORMAÇÃO DOS ADJETIVOS
    Quanto à formação, o adjetivo pode ser:
1) Primitivo — o que não deriva de outra palavra: bom, forte, feliz, etc.
2) Derivado — o que deriva de substantivos ou verbos: famoso, carnavalesco, amado,etc.
3) Simples — o que é formado de um só elemento: brasileiro, escuro, etc.
4) Composto — o que é formado de mais de um elemento: luso-brasileiro, castanho-escuro, etc.
       
    Alguns adjetivos pátrios compostos apresentam o primeiro elemento reduzido e invariável. Eis os principais:
afro (= africano)   -   Cultura afro-brasileira
anglo (= inglês)   -    Comércio anglo-americano
austro (= austríaco)   -   Império austro-húngaro
euro (= europeu)   - Tratado euro -ameri cano
franco (= francês)  -  Amizade franco-brasileira
greco (= grego).   -  Civilização greco-romana
hispano (= espanhol) - Literatura hispano-americana
ibero (= ibérico) - Civilização ibero -americana
ítalo (= italiano) - Acordo comercial ítalo-francês
luso (= lusitano)   -  Literatura luso-brasileira
nipo (= nipônico)    -  Jovem nipo-argentina
sino (= chinês)   -  Guerra sino-japonesa
teuto (= alemão) - Descendentes teuto-argentinos


A-FLEXÕES  DOS  ADJETIVOS: 
    1)FLEXÃO  DE  GÊNERO:   Quanto  ao  gênero,  os  adjetivos  podem  ser:
       a)Uniformes:  uma     forma  para   o   masculino  e  o  feminino. Ex.: grande, feliz, amável, alegre, inteligente,  difícil...
       b)Biformes:  uma  forma  para  cada  gênero.  Ex.: bonito - bonita,  bondoso - bondosa, cru - crua, esperto – esperta,  bonito – bonita...
          Observações: Os adjetivos  biformes  seguem  as  mesmas  regras  de  formação  do feminino  dos    substantivos.
                                
    2)FLEXÃO  DE  NÚMERO:  Como  o  substantivo,  o  adjetivo  tem  singular  e  plural.
       a) Os  adjetivos simples  seguem  as  mesmas  regras  de  formação  do  plural  dos 
substantivos, excetuando-se   o  caso  em  que  um  substantivo   é  usado  como  adjetivo.  (COR-DE-...)   Ex.: ternos cinza,   blusas rosa,  fardas oliva,  luvas  creme,  calças  chumbo,  sapatos  gelo...
        b) Os adjetivos compostos obedecem às seguintes regras:
            * Flexiona-se  apenas  o  segundo  elemento,  se  for  realmente  um  adjetivo.            
                 Ex.: verde- amarelos,  azul-claros,  vermelho-escuros,  castanho-esverdeados...
            * Se  o  segundo  for  substantivo  usado  como  adjetivo,   não  se  flexiona.
                 Ex.: vestidos verde-água,  blusas amarelo-limão,  saias  amarelo-laranja,  fardas  verde-oliva,  
                 camisetas   verde-garrafa,  céu   azul-piscina...
 Exceções: azul-marinho  e  azul-celeste  não vão   para  o  plural.   A  expressao  cor-de  não  vai  para  o  plural.   A  palavra   surdo-mudo  muda  de  gênero  e  número.

      3)FLEXÃO  DE  GRAU:    a  intensidade da qualidade ou estado.
            a)Grau  comparativo:  estabelece  uma  comparação  entre  os  seres.
                 * Comparativo  de  igualdade: Ele  é  tão  estudioso  quanto  o  irmão.
                 * Comparativo  de  superioridade: Ele  é  mais  estudioso  que  o  irmão.
                 * Comparativo  de  inferioridade:  Ele  é  menos  estudioso  que  o  irmão.
            
              b)Grau  superlativo:  destaca  a  qualidade  sem  comparar.
                  * Superlativo  relativo  de  superioridade:  Ele  é  o  mais  estudioso  da  turma.
                  * Superlativo  relativo  de  inferioridade:  Eles  são  os  menos  estudiosos  da  turma.
                  * Superlativo  absoluto   analítico:  Ele  é  muito estudios* Superlativo  absoluto   sintético:   
                     Ele  é  estudiosíssimo. ( Sufixo  íssimo)
                  Os   adjetivos  bom,  mau,  grande  e  pequeno  possuem  comparativos  e  superlativos   irregular.

Grau
normal           
Comparativo    
        de           superioridade
Superlativo de
superioridade     
Superlativo
absoluto sintético
Bom
Mau
Grande
Pequeno
Melhor
Pior
Maior
Menor
O  melhor
O pior
O melhor
O pior
Ótimo
Péssimo 
Máximo
Mínimo                         
                               






 OBSERVAÇÃO:  Se  não  houver  comparação  com  outro  ser,  podemos  usar  expressões  como  “mais  bom”,  “mais  mau”,  “mais  grande”  e  “mais  pequeno”. Ex.:  Ele  é  mais  bom  do  que  mau.  Esta  sala  é  mais  grande do  que  pequena.
                        

Um comentário: