SOS LÍNGUA PORTUGUESA

SOS LÍNGUA PORTUGUESA
Tire suas dúvidas. Faça perguntas!!

segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

MORFOLOGIA 3.3 e 3.4

                                      ARTIGOS                                                                                       
            São  usados  para  determinar  ou  não  os  substantivos,  geralmente  indicando  gênero  e  número.
            A  principal  característica  do  artigo  é  ser  capaz  de  substantivar  a   palavra  que  acompanha.  Isto  é,  toda  palavra que  estivar  acompanhada  de  artigo  é  automaticamente  um  substantivo.  Ex.:  Minha  dúvida  é  o  porquê  deste  fato.   Ela  tem  um  andar  de  bailarina. 

A-CLASSIFICAÇÃO  DOS  ARTIGOS
    1) DEFINIDOS:   o,  a,  os,  as                2)INDEFINIDOS:  um,  uma,  uns,  umas              

B-EMPREGO  DOS  ARTIGOS:
    1.Usa-se artigo depois do numeral ambos:  Ambas  as  rnãos  eram  perfeitas.                                                                                                            
    2. Antes de nomes de cidades só   se  vierem  determinadas:  A  Paris dos meus sonhos  é  linda.    
    3.Todo(a) acompanhado de artigo muda de sentido: Todo o edifício deve ser pintado. (todo aquele edifício)  Todo edifício deve ser pintado. (todos os edifícios)
    4.Antes de pronomes possessivos é facultativo o artigo: Recebi a tua correspondência. Recebi tua oorrespondncia.
    5.No grau superlativo relativo  é necessario o uso do artigo: Tomou as mais  oportunas decisões.
    6. 0 artigo indefinido usado antes de um numeral indica quantia aproximada:  Faz  uns dez anos que saí de lá.
    7. 0 artigo pode combinar-se com preposições:  do (de + o),  numa (em +uma),  na (em + a)...
    8. A  expressão   “é  hora  de” não  deve  combinar-se  com  o  artigo  seguinte:  É  hora  de  o  espetáculo  começar
    9. 0 artigo definido pode ser usado como um intensificador:  Não  era  uma  aranha, era  a  aranha!

                                        NUMERAIS
         Como  o  próprio  nome  diz,  indicam  números.

A-CLASSIFICAÇÃO  DOS  NUMERAIS:
  1) CARDINAIS  -  Quantidade;  um,  dois,  vinte,   cem,  mil,  milhões,  bilhões...
  2) ORDINAIS  -   Ordem:  primeiro,  segundo,  décimo,  vigésimo,  centésimo,  milésimo...
  3) MULTIPLICATIVOS -  Multiplicação  (quantas  vezes):  dobro,  duplo,  triplo,  quádruplo...
  4) FRACIONÁRIOS  -  Divisão,  fração  do  inteiro:  meio,  metade,  um  terço,  dois  quartos...                    

B-FLEXÃO  DOS  NUMERAIS:
     1.  Todos  os  cardinais,  menos  o  um,  são plurais.
     2.  O  um,  o  dois  e  as  centenas  a  partir  de  duzentos  têm  forma  feminina:  uma,  duas,  duzentas,  trezentas,  quatrocentas...
     3.Os  ordinais  variam  em  gênero  e  número:  Primeiro(a), segundos (as)....
     4.Os  multiplicativos,  quando acompanham  ,  podem  variar  em   gênero  e  número:  dose  dupla,  palpites  triplos...                                                         
     5.Os  fracionrios  concordam  com  o  numerador  que  indica  quantas  partes  foram  tomadas:  um quarto,  dois quartos,  um  terço,  dois  quartos...
      6. Zero   e   ambos(as)   são  numerais.
      7. Par, dezena, década, dúzia, vintena, centena, centúria, grosa, milheiro, milhar, e outros coletivos que indicam um agrupamento numericamente determinado, exato.
      8. Biênio, triênio, quadriênio, lustro ou qüinqüênio, década ou decênio, milênio, centendrio e sesquicentendrio (150 anos) são numerais coletivos referentes a anos.

C-EMPREGO  DOS  NUMERAIS:
      1. Empregam-se   os   numerais   ordinais  até  o  décimo  e  os  cardinais  para  os  seguintes  na designação  de  reis,   papas,  sécu1os   ou  partes  de  uma   obra:.  Luís XV (quinze), João Paulo II (segundo),  capítulo XX...                                                                                                                                            
      2.Na  indicação  de  artigos  de  uma  lei, decreto-lei,  apostila,  contratos  e  outros   documentos  legais,  usa-se  o  ordinal  somente  até  nono  e, após,  o  cardinal: Artigo 12,   parágrafo dez,   cláusu1a   terceira...




Nenhum comentário:

Postar um comentário